Ultimas noticias

DUST AN ELYSIAN TAIL – PRIMEIRAS IMPRESSÕES (artigo antigo 28/07/2013)

img
Jul
28
  • Gráficos
  • Jogabilidade
  • Historia

Existem jogos que são únicos e difíceis de descrever, a relação entre o art work e animações chegando mesmo parecendo por vezes que estamos assistir a um desenho animado de alta qualidade do que a um video jogo. Dust An Elysian Tail é um desses jogos e talvez por ser trabalho apenas de um único artista faça deste jogo algo muito especial.


 

Apesar de Dust An Elysian Tail já ter chegado à Xbox Live no ano passado e só em Maio ter chegado à Steam no PC, jogos como este valem sempre a espera para os PC Gamers pois é sempre bom podermos desfrutar de jogos independentes com esta qualidade e mais independente que este é difícil, mas quanto a isso já lá vamos.
Dust An Elysian Tail é um jogo de acção plataformas com elementos RPG, foi desenvolvido por apenas um designer Dean Dodrill e publicado pela Microsoft Studios.
O nosso personagem é dado pelo nome de Dust que não tem memoria do seu passado, transporta com ele uma espada que é como seria de esperar a sua arma de ataque principal, essa arma é chamada de “Espada de Ahrah” que ao que parece tem uma espécie de espírito a possuir a mesma.Com o nosso herói viaja ainda uma personagem chamada Fidget também que é uma espécie de raposa voadora com asas de morcego, sim parece estranho mas até é engraçada. Fidget é o guardião da espada que transportamos , está encarregue de ajudar o nosso amigo Dust podendo mesmo nos servir de ataques mágicos que combinados com alguns ataques nossos originam golpes espectaculares.
Dust An Elysian Tail é vivido num mundo de fantasia Falana, o jogo arranca com o nosso herói acordar no meio de uma floresta com a Espada de Ahrah a chamar por ele,que lhe diz ter sido encovada por Dust mas desconhecendo a razão, logo de seguida aparece Fidget que se apresenta, como a única coisa que permanece são duvidas decidem ir a uma pequena cidade próxima à procura de respostas, visto que Dust não se lembra de nada.E assim começa a aventura e os primeiros combates logo surgem.
A jogabilidade a meu ver está muito bem trabalhada, alias como muitas outras coisas.O jogo segue uma mecânica de combate rápido mas muito funcional e talvez mesmo o mais adequado para o estilo de jogo em causa.O jogador pode facilmente controlar o Dust sem nunca sentir que está a perder o controlo sobre o mesmo.Facilmente viram a direcção do ataque e golpes para todo lado com fartura.Aos poucos vamos desbloqueando novas habilidades algumas delas em conjunto com o nosso pequeno guardião Fidget, tudo muito num sistema já habitual dos RPG´s com pontos para atribuir aos diferentes atributos conforme vamos evoluindo de nível, como consequência vamos desbloqueando novos ataques e combinações.
Dust é visualmente espectacular

A nível visual dá logo para perceber que Dean Dodrill designer independente, mostra que é a “sua praia”.Pois Dust é visualmente espectacular, desde nível de detalhes dos cenários aos dos personagens, animações soberbas e cheias de movimento. Chega mesmo a parecer que estamos assistir algum Anime japonês cheio de estilo e personalidade.O mais incrível é saber que foi tudo criado por apenas uma pessoa, Dean Dodrill julgava acabar o jogo em três meses mas acabou por o conseguir finalizar em três anos e meio.O que de certa forma é perfeitamente aceitável visto que foi trabalho de apenas uma pessoa, quando vemos que muitas vezes equipas bem maiores não o conseguem fazer e por vezes falham na qualidade do jogo final.

Curiosidade

Dodrill pensou inicialmente fazer o jogo a 8-bit´s muito similar aos primeiros Castlevania, mas a inspiração para o jogo final acabou mesmo por vir de títulos como Metroid, Ys I & Ys II e até Golden Axe, os quais o designer diz serem os seus favoritos.

Conclusão

Dust An Elysian Tail é super recomendado para amantes de jogos de plataforma com muita acção à mistura e elementos RPG, mesmo para quem não goste muito do género aconselhamos vivamente a darem uma chance a este jogo, pois mesmo a nível visual tem um estilo único que faz ver o quanto os projectos de Gaming independentes nos podem vir a trazer.
Como Gamers cabe a cada um de nós apoiarmos senhores como Dean Dodrill, pois são eles que nos vão trazer pérolas como esta e nos vão livrar um pouco do comercio consumista que se está a tornar o Gaming das empresas lideres.